20/01/2010

Carta ao meu filho

Filho

Ainda vc nao esta aqui dentro de mim.
E isso me faz sofrer tanto!
Tento encontrar palavras pra descever a tristeza q se abate dentro de mim, mas nao acho.
Mais uma vez hj, tive a certeza q de vc ainda nao mora dentro de mim.
Preciso me libertar disso e parar um pouco de pensar em qdo vc estará aqui.
Preciso aprender a dar o tal "tempo ao tempo" filho, que todos me pedem pra dar.
Preciso parar de sofrer.
Sei q vc estara aqui muito em breve. Eu posso sentir isso, filho.
Mas preciso ter certeza q a caminhada ate isso acontecer, não será muito dolorida.
Nao posso ter certeza disso. Mas é a unica coisa q desejo nesse momento.
Quero ter paz dentro de mim pra suportar essa fase.
Desejo TANTO vc...que perco o rumo.
Não sei o que fazer...
Filho, me entenda, mas a mamae esta desesperada e com um buraco no peito.
Pedi ao papai do céu que se eu nao puder te-lo aqui ao meu lado, que me tire essa vontade entao.
Fiz um acordo com Deus.
Mas eu sei q poderei sim.
Filho, por favor, ve se nao demora pra existir!

Te amo

Mamae Thania e papai Airton

5 comentários:

Mãe da Ana Luiza disse...

Sem palavras... é assim que eu estou!
Mas de qualquer maneira, sinta-se abraçada por mim!
Que Papai do Céu conforte seu coração e sua alma!

Beijokas queridona!

Poliana disse...

Thaninha!
Vou te escrever um email pra te contar do meu caso em relação a maternidade.
Mas peço a Deus que conforte seu coração e te acalme!
Bjs minha flor!

Márcia disse...

Ah Than, não fique assim. Acho que você precisa se distrair um pouco, se puder faça uma viagem, mesmo que seja um fim de semana, mesma que seja perto. Só para você relaxar um pouco. Todas nós temos nosso momento certo e ele chegará.

❀ Déia Musso ❀ disse...

carta linda e cheia de emoção, tanta, que me fez chorar.

te amo amiga,

to aqui.

disse...

Amiga Than, vou ser sincera ao dizer que não consigo ter noção exata do tamanho do seu querer. Essa vontade ainda não bateu em minha porta. Nesse momento, vivo outra fase e vc sabe disso. Mas o q eu quero dizer pra vc é algo diferente do que vc costuma ouvir. Minha mãe, antes de engravidar do meu irmão mais velho, viveu tudo isso aí. Foram muitas tentativas e nada. Até que uma certa vez, ao visitar o bebê da cunhada que tinha acabado de nascer, chorou e se perguntou pq com ela não acontecia o mesmo. Ela não sabia, mas já estava gravidíssima de 1 mês. Deus sabe o momento certo, amiga. Confie. Beijos

redirect